fbpx
 

‌‌O que é copywriting e como aplicar essa estratégia?

‌‌O que é copywriting e como aplicar essa estratégia?

‌‌O que é copywriting e como aplicar essa estratégia?

Quem está começando agora a aderir ao marketing de conteúdo, geralmente, irá se deparar com a seguinte pergunta: o que é copywriting?

Isso acontece, pois, ao conhecer novas estratégias, principalmente as que envolvem atrair clientes através de materiais escritos, existem muitos termos, ferramentas e técnicas envolvidas, para trazerem os melhores resultados.

Copywriting entra nesse universo de ações e boas práticas, para atrair o maior número de pessoas possível e fazer com que elas se engajem da maneira desejada, já que não adianta trazer para a empresa quem que não possui nenhuma relação com ela.

Principalmente quando se fala em digital, atrair as pessoas certas, conseguir manter uma relação de confiança, assim como influenciá-las a tomarem determinadas decisões, é fundamental para o sucesso.

Isso porque, além da concorrência ser grande, os usuários estão cada dia mais exigentes e acostumados com algumas práticas do mercado, sendo necessário surpreendê-los sempre, para darem um pouco mais de atenção ao que sua empresa oferece.

Para ajudar você a obter os melhores resultados com materiais escritos, sejam eles blogs, e-books e até mesmo e-mail marketing, falaremos tudo sobre o que é copywriting e como colocar essa estratégia em prática. Confira.

O que é copywriting?

Entender o que é copywriting e usá-lo em seus conteúdos é essencial para qualquer tipo de empresa, principalmente ao ter o foco em oferecer produtos ou desejar algum tipo de ação vinda do leitor.

Copywriting é um tipo de escrita que busca fazer com que o usuário realize alguma ação ao ler o conteúdo. Podendo ser uma compra, inscrever-se em uma newsletter, preencher formulário ou compartilhar aquele conteúdo, por exemplo.

Rico em gatilhos mentais, e outros fatores estrategicamente colocados para persuadir os leitores, o copy, como também é chamado, permite que as empresas obtenham melhores resultados.

Em algumas definições, copywriting pode ser considerado uma arte técnica, já que pode gerar efeitos acima da média, com conteúdos altamente persuasivos, geralmente com CTAs, as famosas chamadas para ação, e argumentos que são difíceis de quebrar.

No entanto, é importante lembrar que não basta ter os melhores gatilhos mentais se o texto é repetitivo, pobre em informações ou até pior, possui plágios e outras ações de black hat, criadas para enganar os mecanismos de busca.

Por que aplicar essa estratégia?

Agora que você sabe o que é copywriting, vale a pena entender porque é tão importante aplicar esse tipo de escrita em seus materiais digitais.

Quando se escreve um texto, com o intuito de vender algo ou conseguir leads por meio do preenchimento de formulários, por exemplo, a meta é que as pessoas engajem da maneira desejada.

Apesar de ser importante receber visitas no site, quando as pessoas apenas leem seus conteúdos e não realizam nenhuma ação a partir dele, não é o ideal, já que as estratégias digitais não saem gratuitamente, apesar de seus custos serem menores que no offline.

É aí que entra o copy, uma forma de alavancar o ROI das estratégias de conteúdo e aumentar os clientes, formulários preenchidos e demais metas estipuladas.

Contar com uma estratégia que apenas melhora as outras ações existentes e que não causa prejuízos é importante. Além disso, os textos possuem uma grande usabilidade, já que agregam no SEO e na visibilidade da sua empresa.

Existe diferença entre redação publicitária e copywriting?

É relativamente comum que, após conhecer o copywriting, muitos gestores se questionem se existe alguma diferença entre ele e a redação publicitária.

A verdade é que existe sim, em ambos os tipos de escrita. A publicitária tem um foco direto nas vendas, ao passo que o copy, geralmente, faz parte de todo um planejamento dentro do inbound marketing, com o intuito de persuadir o leitor a realizar diferentes ações.

Inclusive, essas atitudes nem sempre são compras, principalmente quando o foco é transformar o usuário em lead.

Como otimizar as campanhas com esse conceito?

Após saber o que é copywriting e seus benefícios, é hora de aprender a colocar esse tipo de escrita em prática.

Em primeiro lugar, é importante conhecer o público que você quer impactar com esses gatilhos mentais, para gerar afeição e afinidade, fatores essenciais do copy.

Depois de conhecer o público e entender seus problemas, é hora de mostrar empatia pelo que ele está passando, para que a proximidade seja ainda maior.

Você também pode usar histórias, mesmo que pequenas, que sejam do cotidiano, para gerar prova social, assim como melhorar ainda mais a relação com os leitores.

Outro aspecto muito importante, dentro do copywriting, é entender que dados, gráficos e demais números, que comprovam argumentos, são sempre bem-vindos, principalmente quando se tratam de fontes conhecidas por muitas pessoas.

Por fim, e não menos importante, é interessante utilizar argumentos que façam com que a pessoa impactada concorde com você e acabe por tomar a decisão considerada ideal para aquela situação.

Interessante como essa estratégia pode fazer toda a diferença, até mesmo nos pequenos textos, não é mesmo? Agora que você entendeu o que é copywriting, aproveite para continuar conosco e ler também esse post sobre como fazer o primeiro contato com o lead.

Lucas Bragagnolo

Formado em Administração, com ênfase em Empreendedorismo e Inovação pela FSG, especialista em Gestão Empresarial, Gestão de Marcas, Marketing Digital, Inbound Marketing, Comportamento e Liderança Pessoal.

Sem comentários

Deixe um comentário